LONDON, ENGLAND - SEPTEMBER 24: Luka Modric of Real Madrid receives the trophy for The Best FIFA Men's Player 2018 during the The Best FIFA Football Awards Show at Royal Festival Hall on September 24, 2018 in London, England. (Photo by Dan Istitene/Getty Images)

Após dez anos se revezando no topo, a dupla Cristiano Ronaldo e Lionel Messi viu outro jogador ganhar o prêmio de melhor jogador de futebol do mundo. O responsável pela façanha é o croata Luka Modric, tetracampeão da Liga dos Campeões pelo Real Madrid e que ajudou a levar a Croácia ao vice-campeonato mundial na Copa do Mundo da Rússia este ano. A conquista de Modric é a primeira de um jogador considerado de baixo apelo comercial desde 1999, quando o brasileiro Rivaldo ficou no topo da lista.

Primeirona
Concluída a segunda rodada da Primeirona temos um grande equilíbrio entre as oito equipes que participam da segunda fase da competição. No grupo A houve empate por 1 a 1 entre Juventus e Morro do Amaral e vitória do Pirabeiraba como visitante diante da Tupy. Na chave B a Chico Mendes perdeu em casa para o Itinga por 2 a 0 enquanto o América foi surpreendido em seu estádio pelo Operário, que venceu o duelo por 2 a 1. Na tabela de classificação todos estão no páreo.

Fluminense
Diferente do JEC o time do Itaum joga a Copa Santa Catarina sem pressão. Na segunda divisão catarinense o Fluminense foi além do que se esperava. Mais um pouco e teríamos o Flu na elite do estadual na temporada 2019. A participação do Fluminense na Copinha já é um avanço para um clube que até recentemente disputava apenas competições do futebol amador de Joinville. Apesar de tudo não será surpresa se a equipe do Itaum conseguir um lugar na segunda fase da competição.

Clássico?
Exagero denominar o confronto entre Joinville e Fluminense na Arena dessa forma. Não há rivalidade entre as equipes e nem mesmo histórico de confrontos. Esta será a primeira partida oficial entre as agremiações de Joinville. Causa certa curiosidade por se tratar de duas equipes da cidade, mas nada além disso. Claro que a pressão é toda do JEC, que tem a obrigação de buscar uma vitória. Para o Fluminense qualquer resultado diferente de uma derrota será motivo para comemoração.