Os dois. A verdade é que o sol é necessário a saúde humana, mas também pode prejudicá-la. Tudo depende de como nos expomos a ele. É recomendado tomar sol de 15 a 20 minutos diariamente, sem protetor, para absorver a vitamina D, essencial para os ossos e outras funções do corpo.
Porém, há também cuidados a serem observados quando se ultrapassa esse curto tempo. Principalmente nesta época do ano, janeiro, verão, é comum que as pessoas se exponham ao sol por horas seguidas, nas praias e piscinas. Portanto, vão aqui algumas dicas de como tomar esses devidos cuidados e aproveitar sem prejudicar a saúde:
1. Use protetor solar SEMPRE! Quanto mais branca for a tonalidade da pele, maior deve ser fator de proteção. O problema não está apenas nas queimaduras visíveis, mas a radiação solar excessiva e prolongada sem o uso correto de protetor pode causar: sardas, manchas, rugas, além de tumores benignos ou malignos, como o melanoma, um tipo de câncer de pele extremamente agressivo. Por isso o protetor deve ser usado não só nas férias, mas no dia a dia, sempre que houver exposição ao sol.
2. Evite os horários perigosos: entre as 11h e 16h, quando a radiação está mais forte. Se estiver na praia, aplique protetor mesmo se ficar à sombra, pois acontece a irradiação por reflexo da areia. Além disso, crianças devem usar camisetas se o sol estiver muito forte, junto ao protetor solar.
3. Use óculos escuros para proteger os olhos, pois excesso de luz tbm prejudica a visão. O uso de chapéu ou boné também é indicado para proteger o couro cabeludo de queimaduras e da radiação, sobretudo em pessoas com cabelos finos ou poucos.
4. BEBA ÁGUA! Isso mesmo. A desidratação pode levar à morte se chegar a níveis críticos, portanto, hidrate-se com muito líquido, preferencialmente água pura.
Bom verão a todos!