“Como o povo soberanamente decidiu por ocasião do referendo de 2005, para lhes garantir esse legítimo direito à defesa… Eu, como presidente, vou usar esta arma”, disse Bolsonaro, mostrando sua caneta ao assinar o decreto que facilita posse de armas.

Morte de Maurício
O presidente Cláudio Aragão, da Câmara de Vereadores de Joinville, esteve com o delegado Dirceu Silveira para inteirar-se do andamento do inquérito policial que apura o assassinato de Maurício Rosskamp, assessor jurídico da casa.
Dirceu informou que o inquérito esta concluído com a identificação dos autores e está enviando-o para o judiciário.  Os vereadores Natanael Jordão e Mauricinho Soares, membros da Comissão de Proteção Civil e Segurança Pública acompanharam o presidente. Também estavam presentes os advogados Laércio Doalcei Henning e Juliano Veira, do departamento jurídico da Câmara.

Morte do Zé Klein
Perdi mais um amigo. Morreu na segunda (14)o contabilista José Klein. Ajudou-nos com sua sensatez na fundação da Companhia Águas de Joinville onde foi conselheiro. Meu parceiro de dominó. Um ser que do nada apaziguava nossos demônios, enxotava nossas fúrias. Todos os anos ele organizava um torneio de dominó em Barra Velha. Há um mês me ligou a cobrar-me para não faltar como o fiz no ano passado. Não sabia que o câncer que o consumia estava prostrando-o na cama. A mesma voz alegre e irônica. Meu amigo estava se despedindo. Não entendi. Como sinto. Na semana passada seu primo Mário Klein ligou-me, quando estava com Cesar Junior, para que confirmasse a presença no torneio. Não percebi que, se Mario me ligava era porque o Zé não podia fazê-lo. Ele não abria mão dessa comunicação. No final da manhã de terça enterrei mais um amigo. Já não tenho tantos. Como sinto.

Ao abrigo
A família do jornalista Joel do Nascimento, o Maceió, internou-o no residencial Ventura, casa especializada em abrigar idosos. Está bem cuidado. Descanse velho companheiro de redação. Eu comecei em a Notícia uns meses antes dele e de João Carlos Vieira. A história do Maceió e do JEC se confundem e entrelaçam. E ainda está para ser escrita. Voids psts Narciso Batista E Decp.

Reunião
Almoçaram terça em Jaraguá do Sul, o prefeito Antídio Lunelli, o deputado federal eleito, Carlos Chiodini, e o deputado estadual reeleito, Moacir Sopelsa. Na oportunidade eles falaram sobre o comando estadual emedebista, a situação do partido na Assembleia Legislativa e a relação com o governo de Carlos Moisés da Silva (PSL).

Morador  ilustre
Araranguá vai ganhar um morador ilustre. O General Eduardo Villas Bôas, que, na sexta-feira (11), passou o cargo de comandante do Exército para o general Edson Leal Pujol, pretende fixar residência no município do sul catarinense. Isso se Bolsonaro não o convencer a ocupar um posto no GS.
Espero que ele recuse e venha para Santa Catarina escrever os suas memórias. Especialmente sobre os bastidores do poder nos últimos 15. Jornalistas e pesquisadores e mesmo opositores admitem que ele foi o grande fiador da democracia e da estabilidade política no País.
O vereador Fábio Dalonso formou parceria com o deputado Júlio Garcia para oferecer o cidadania catarinense honorária ao general.

De mentira e mentirosos
Odeio a mentira, desprezo os mentirosos. Vejo nas redes afirmação que Udo Döhler vai se afastar do governo por problemas de saúde. Concedo e compreendo o direito a qualquer um de gostar ou não gostar dele. Somos amigos há 38 anos. Discordamos em muitas coisas. Só que ele nunca mentiu-me. E ao não mentir disse-me coisas duras e francas. Igualmente disse-lhe opiniões que para os desavisados pareceriam grosserias. Nada. Apenas franquezas que amigos falam sem peias.
Gostamos de vinhos, gostamos de atirar, cultivamos a verdade. Ele tem 76 anos eu quase 70. Se querem combater Udo o façam no plano da honestidade. Não inventem. Não mintam. Ele tem falhas? Claro que tem. Como eu e como qualquer um de nós. Eu sou ranzinza. azedo, mal humorado, mas sou leal. Udo é leal e só pensa em Joinville é o quanto me basta. A pergunta é: Você faria ou consegue apontar alguém quem faria melhor? Quem?
Critiquem. Condenem. Mas não mintam nem inventem. Isso é próprio de canalhas como Beto Gebaili e outros. Mas é você?
Leia, a esposa chora por não compreender a canalhice, Ele, feito eu, couro duro, não quer dar repostas. Ei afirmo. Claro que os anos nos mudam. Aos 50 eu conseguia sem esforço inutilizar de quatro a cinco brutamontes. Hoje sei que se não quebrar o pescoço do adversário em 15 segundos nem precisaram me socorrer, pois morro nos 15 segundos seguintes por falta de ar. Os anos só nos fazem mais velhos e perto da morte. Mas Udo, para a tristeza dos 37 que listei aqui nas redes, está saudável. Gosto disso, até porque ando odiando enterrar amigos.

Tucanos
O deputado estadual, Vicente Caropreso, se encontrou com o ex-prefeito de Blumenau, Napoleão Bernardes, na cidade de Jaraguá do Sul. Os dois conversaram sobre o futuro do PSDB em Santa Catarina. Para o deputado estadual e para Napoleão, o PSDB terá que passar por mudanças. Ao final da conversa, os dois concordaram que o partido necessita de uma reestruturação.

Candidato
Esperidião Amin nunca escondeu de ninguém o desejo de presidir o Senado. Ensaiou candidatura mas depois deixou esfriar diante do avanço avassalador de Renan Calheiros. Agora diante dos ataques contra o senador alagoano, ele retorna animado à disputa. É difícil, mas não impossível.

 

Paternidade reconhecida
Uma decisão em transitado e julgado, a justiça deu a vitória ao vereador de Florianópolis, Tiago Silva (MDB), no processo de reconhecimento de paternidade contra o ministro do Superior Tribunal de Justiça, Jorge Mussi. O processo durou mais de 30 anos até chegar ao seu veredicto final. Liguei para o vereador, que pediu para não comentar por se tratar de uma questão pessoal. Já quanto ao ministro, não obtive o seu contato, já que o judiciário está de recesso. Nos documentos oficiais, o vereador passa a se chamar, Tiago Silva Mussi.

Errata
Comunicamos que a edição anterior era a de número 369 e não 365.